Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado de Santa Catarina

AHESC-FEHOESC-FEHOSC recebem visita do governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira

A Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina e Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (AHESC-FEHOESC-FEHOSC) receberam, pela primeira vez, um governador de Santa Catarina na sede das entidades. Durante reunião das diretorias, o governador, Eduardo Pinho Moreira, descerrou uma placa comemorativa ao acontecimento, e informou que já quitou grande parte da dívida com os hospitais, contabilizando em 140 milhões de reais (70 milhões de 2017, e 72 milhões deste ano). As entidades irão solicitar as notas fiscais aos hospitais para identificar os valores que ainda não foram pagos. A reunião contou com a presença do presidente da AHESC, Altamiro Bittencourt, da FEHOESC, Tércio Kasten, da FEHOSC, Hilário Dalmann, do secretário da Saúde, Acélio Casagrande, da deputada federal, Carmen Zanotto, e do deputado estadual, José Milton Scheffer.

O presidente da AHESC, Altamiro Bittencourt, parabenizou o governador e destacou a importância dos pagamentos em dia para os prestadores de serviços de saúde. “Parabenizo o governador, que abraçou a causa dos hospitais e realizou um desejo que se arrastava há anos. O pagamento das dívidas significa a melhoria do atendimento a 70% dos pacientes atendidos pelo SUS em Santa Catarina. Imaginem como estava a nossa situação, com a tabela defasada e pagamentos atrasados. Nenhuma empresa pode ser administrada sem dinheiro, muito menos um hospital”, destacou o presidente.

O presidente da FEHOESC e Confederação Nacional de Saúde, Tércio Kasten, também aproveitou a oportunidade para agradecimentos. “As entidades, em parceria com o Instituto Santé, procuram fazer de Santa Catarina um exemplo nacional de gestão hospitalar. O nosso estado já é referência no Brasil, isso se deve a boa relação estabelecida com o Governo Federal através do Fórum Parlamentar Catarinense”, salientou. Kasten reverenciou a deputada federal, Carmen Zanotto, que está entre as 5 principais referências na saúde dentro do Parlamento Brasileiro. “Carmen nunca poupou esforços diante dos obstáculos que enfrentamos na busca pela sobrevivência”, completou.

O presidente da FEHOSC, Hilário Dalmann, destacou em seu discurso a confiança que as entidades depositam no governador. “Receber o senhor na nossa sede traz boas lembranças, pois há 15 anos quando foi vice-governador do estado, quitou 20 milhões de reais de laudos represados. Isso nos dá a certeza de que o senhor vai continuar priorizando a Saúde”, enalteceu.

O governador, Eduardo Pinho Moreira, falou sobre o compromisso que assumiu colocando a Saúde como uma de suas prioridades, e indicando Casagrande como Secretário. “O Acélio conquistou esse espaço pela sua sensibilidade, pois é isso que é preciso nesse posto. Ele visita os hospitais, os postos de Saúde, ele trata a população de forma humana”, destacou. O governador falou da conquista dos 10 milhões de reais todo mês a partir de junho, concebida através de esforços junto a Frente Parlamentar. “Nós reconhecemos o trabalho imprescindível para a população e buscamos por recursos em Brasília para aumentar o repasse. A partir do ano que vem, com a aprovação dos deputados, serão investidos 15% da receita do estado na Saúde. A saúde é prioridade de verdade, assim como a segurança publica”, enfatizou.

O Secretário da Saúde, Acélio Casagrande, disse que, pelo governador ser cardiologista, conhece de perto os problemas enfrentados na Saúde. “A SES conta com o apoio dos filantrópicos para alcançar a regionalização da saúde, incluindo serviços nos vazios assistenciais do estado. Nossa equipe se espelha muito da administração dos hospitais filantrópicos, com isso já economizamos 9 milhões de reais na compra de insumos e medicamentos. Enquanto o governador estiver dando condições para melhorar a vida dos catarinenses na área da saúde, que está cumprindo algo inédito, de investir 14% do orçamento no setor”, afirma.

O deputado estadual José Milton Scheffer, presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Catarinense, falou sobre a importância da visita do governador num momento de travessia, onde ainda não se conseguiu construir o modelo dos sonhos, mas com o compromisso do governador, que acende uma esperança em todos, sabe-se que o SUS vai melhorar cada vez mais, mesmo com as dificuldades do complexo Sistema de Saúde e a falta de reajuste do mesmo. “Parabenizo-o por sua vontade, por escolher a saúde como prioridade e colocar em dia os pagamentos. Juntos vamos criar novas políticas públicas para beneficiar os hospitais filantrópicos, que são grandes parceiros do governo do estado”, afirmou.

A deputada Carmen Zanotto apresentou a planilha de prestação de contas dos pagamentos de habilitações de 2017. O documento apresentado mostrou que nos últimos 6 meses, foram investidos 58 milhões de reais em habilitações de serviços de alta complexidade. Metade dessa quantia foi destinada para a oncologia de Rio do Sul e São Bento, cardiologia de Mafra, e leitos de retaguarda de Imbituba.

Na oportunidade, os presidentes formalizaram convite ao governador Pinho Moreira e aos Deputados Milton Scheffer e Carmen Zanotto, para participaram do 39º Encontro Catarinense de Hospitais, promovido pela AHESC-FEHOESC-FEHOSC, de 29 a 31 de agosto, no CentroSul.

Torne-se um associado da FEHOSC

Você também pode ser um associado da Federação e usufruir das muitas vantagens e benefícios em assessoria e atuação técnica