Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado de Santa Catarina

Entidades AHESC-FEHOSC firmam parceria com a SES na criação de Comitê de Crise para tratar de importação de medicamentos e insumos

Nesta quinta-feira, 14 de julho, a Presidente da Federação das Santas Casas e Entidades Filantrópicas (FEHOSC), Ir. Neusa L. Luiz, o Diretor Secretário da Associação de Hospitais do Estado de Santa Catarina (AHESC), Alcionar A. Marin, representando o Presidente da Associação de Hospitais do Estado de Santa Catarina (AHESC), acompanhados do Diretor Executivo das entidades, Leonardo Augusto Fretta José, e de gestores hospitalares do Estado, estiveram reunidos com o Secretário de Estado da Saúde, Aldo Baptista Neto, na capital, para tratar de ações emergenciais para a aquisição de medicamentos e insumos que estão em falta nos hospitais e clínicas renais, além do aumento exacerbado dos valores pagos por itens básicos. As entidades já haviam entregue um  ofício sobre o tema ao Secretário Adjunto, Alexandre Lencina Fagundes, na última segunda-feira (11/07).

Na oportunidade, a Presidente da FEHOSC, Ir. Neusa L. Luiz agradeceu a abertura da Secretaria de Estado da Saúde quanto às demandas das entidades hospitalares, e ressaltou a preocupação dos hospitais filantrópicos, privados e clínicas renais quanto à falta e o sobrepreço de medicamentos, principalmente do contraste para exames de diagnóstico e do soro fisiológico, enaltecendo que o comprometimento dos estoques desses medicamentos se dá em função de poucos fornecedores disponíveis, e pela grande dificuldade dos hospitais com a importação.

Os representantes alertaram que o receio é de que haja uma situação pior do que a da pandemia, onde, com o COVID-19 era possível administrar trocas de medicamentos. No caso do contraste não há substituto, e a sua falta irá prejudicar a realização de cirurgias de urgência, emergência, além das eletivas de cardiologia e oncologia, que dependem de exames de cateterismo, angioplastia ou tomografia para serem realizadas. 

Diante do exposto, as entidades propuseram uma parceria entre AHESC-FEHOSC e Secretaria de Estado da Saúde, num trabalho conjunto, através de um Comitê de Crise, para articular a viabilização de compra e importação dos medicamentos com urgência. O Secretário, prontamente aceitou o convite e pré-agendou a primeira reunião do Comitê para a próxima semana, com a participação do Diretor Executivo, Leonardo Augusto Fretta José, que irá representar as entidades AHESC-FEHOSC.  O Comitê irá discutir o movimento da aquisição internacional centralizando a importação pelo Estado, assim como a segurança jurídica no repasse aos hospitais e clínicas renais, que deverá ser por forma de empréstimo ou doação, similar ao processo realizado na pandemia.

Para a primeira reunião do Comitê, as entidades deverão apresentar informações robustas concedidas pelos hospitais e clínicas renais quanto aos itens faltantes em cada unidade, a quantidade solicitada e os prejuízos causados pela falta dos itens expostos.  

Por fim, a Presidente da FEHOSC entregou um ofício ao Secretário com as solicitações por escrito. 
Também participaram da reunião, o Diretor Administrativo do Hospital São Paulo de Xanxerê, Fábio Lunkes; a Gerente Administrativo do Hospital Santo Antônio de Blumenau,  Adriana Dalago Pereira; o Gerente Financeiro do Hospital e Maternidade Marieta K. Bornhausen, Ney Wagner Simões Vieira; o Diretor de Operações do Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen, Paulo Carniel; e a Superintendente de Gestão Estratégica da SES, Janine Silveira dos Santos.

Torne-se um associado da FEHOSC

Você também pode ser um associado da Federação e usufruir das muitas vantagens e benefícios em assessoria e atuação técnica