LOGO_final

Hospitais Filantrópicos poderão renegociar dívidas junto a CELESC

Os hospitais filantrópicos em Santa Catarina inadimplentes junto à CELESC, acumulam uma dívida que ultrapassa os R$ 40 milhões de reais. Depois de mais de um ano de negociações os presidentes da Federação dos Hospitais de Santa Catarina, Tércio Kasten, da Federação dos Hospitais Filantrópicos, Hilário Dalmann, o vice-presidente da Associação de Hospitais de SC, Siegfried Hildebrand e o diretor executivo da AHESC-FEHOESC, Braz Vieira, estiveram reunidos nesta terça-feira com o presidente da Celesc, Cleverson Siewert.
Na reunião eles conheceram em detalhes a proposta do REFIND SAÚDE, que tem por objetivo propor um reparcelamento dos débitos por até 120 meses, com isenção de multas e juros, cabendo aos hospitais o pagamento da correção monetária. 
A proposta beneficia de forma direta os hospitais que estão sem as Certidões Negativas de Débitos, CNDs, que permitem a obtenção de financiamentos e recursos estaduais e federais. 
As entidades hospitalares farão agora um primeiro contato com os hospitais inadimplentes, para fazer um levantamento das instituições interessadas em aderir ao programa de renegociação das dívidas.

Torne-se um associado da FEHOSC

Você também pode ser um associado da Federação e usufruir das muitas vantagens e benefícios em assessoria e atuação técnica