Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado de Santa Catarina

Secretário da Saúde anuncia mudanças importantes da Política Hospitalar Catarinense em evento com a presença das entidades AHESC-FEHOSC e cerca de 150 gestores hospitalares

A presidente da FEHOSC, Ir. Neusa L. Luiz, o presidente da AHESC, Altamiro Bittencourt, de forma online, e o vice-presidente da AHESC, Maurício Souto-Maior, acompanhados por cerca de 150 gestores e representantes hospitalares de Santa Catarina, estiveram presentes em evento realizado nesta segunda-feira, 7 de março, pela Secretaria de Estado da Saúde sobre a Política Hospitalar Catarinense, no teatro Pedro Ivo em Florianópolis. Também participaram do ato, o secretário executivo da AHESC-FEHOSC, Leonardo Augusto Fretta, e o assessor jurídico das entidades e coordenador do Grupo de Trabalho da PHC, Dr. Paulo Henrique Góes.

O Secretário da Saúde, André Motta Ribeiro citou os presidentes da AHESC-FEHOSC, que participaram ativamente da construção da nova PHC, que irá ofertar R$ 630 milhões aos hospitais de Santa Catarina, assim como também anunciou mudanças significativas em resposta aos questionamentos dos hospitais, que foram relatados pelas entidades AHESC-FEHOSC por meio de reuniões e ofícios. As mudanças envolvem a correção de problemas com a matriz para unidades com percentuais baixos, a retirada da responsabilidade dos hospitais filantrópicos sobre judicialização de medicamentos e procedimentos; e sobre Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPME) informou que os hospitais que vierem a ter custos a mais, deverão comprovar e assim receber auxílio do Estado. A PHC está em revisão, porém, a SES reforça a necessidade de agilizar as contratualizações, tendo em vista que o decreto de exceção termina em 31 de março.

Durante a cerimônia, o Secretário da Saúde, Dr. André Motta Ribeiro, apresentou os progressos obtidos na Saúde nos últimos anos, citando a quitação das dívidas do setor, o vocacionamento das unidades hospitalares, a gestão de processos, a estadualização de oferta da Terapia Renal Substitutiva e os avanços na vacinação contra a Covid-19, assim como o incremento financeiro para cirurgias eletivas no valor de 150 milhões de reais para oferta excedente; o Programa de Saúde Bucal para Deficientes; a unificação das Centrais de Regulação Estadual, e a nova grade de referência gratuita de classificação de risco.

A presidente da FEHOSC, Ir. Neusa L. Luiz, parabenizou o secretário e sua equipe pela abertura que sempre deram aos hospitais. “O diálogo e os esforços resultaram nessa política abrangente, que incluiu hospitais que estavam de fora e fortaleceu unidades que lutam para oferecer Saúde de qualidade à população”, enaltece. Por fim, a presidente apresentou os integrantes do Grupo de Trabalho da PHC das entidades AHESC-FEHOSC, que realizou mais de 50 reuniões para discutir a Política no último ano.

Por vídeo, o presidente da AHESC, Altamiro Bittencourt, agradeceu o secretário e toda sua equipe pelo profissionalismo e comprometimento. “Temos visto que tudo o que foi prometido está sendo cumprido. Somos gratos pela porta que está sempre aberta para diálogo e resolução de problemas de cada hospital”, ressalta.

“É emblemático que estejamos todos juntos mostrando resultados significativos em parceria com as entidades hospitalares, em busca de ofertar mais serviços à sociedade, diminuindo o sofrimento e acabando com a fila de quem aguarda por um procedimento”, finaliza o secretário da Saúde, André Motta Ribeiro.

Torne-se um associado da FEHOSC

Você também pode ser um associado da Federação e usufruir das muitas vantagens e benefícios em assessoria e atuação técnica